"Educar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia da nossa palavra. O professor, assim, não morre jamais...Entendo assim a tarefa primeira do educador: Dar aos alunos a razão para viver”.
RUBEM ALVES

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

ENTRANDO EM FÉRIAS!!

Pessoal, estamos entrando em férias. O ano foi intenso. Precisamos de um tempo para recarregarmos as baterias, refletir e reelaborar nossos pensamentos. Este também é um tempo dedicado às nossas famílias, pois muitas vezes as deixamos de lado, já que nosso trabalho, muitas vezes, fala mais alto. É por isso que quando chega o Natal, nos tornamos mais sentimentais, mais fraternos, mais humanos. É o nosso "lado gente" que aflora. Voltaremos após o Carnaval, certos de que o ano que se inicia será pleno de desafios, emoções e realizações.

FELIZ NATAL A TODOS E TENHAM UM ÓTIMO ANO NOVO!!!


segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

SÍMBOLOS NATALINOS

25 de dezembro

A Igreja católica toma esta data, a partir do século IV, como aniversário do nascimento de Cristo. O dia 25 apareceu pela primeira vez no calendário de Philocalus em 324, opção feita pelo Papa Júlio I, para cristianizar as grandes festas pagãs realizadas neste dia.

Natal


A palavra Natal quer dizer nascimento, e origin
ou-se do latim. Natal, Noel, expressam o mesmo evento. É uma festa sem fronteiras. É o culto do nascimento, da bondade, da ternura, da vida e da reflexão. Muitos comemoram o Natal com mesa farta, gulodices, esbanjando e troca da presentes. Natal é mais, muito mais do que isso.

Advento
Antes da vinda. Tempo de preparação do Natal, para a vinda do Cristo-Menino. Compreende os quatro domingos que antecedem o Dia de Natal. As famílias cristãs costumam fazer a preparação do Natal com a Coroa do Advento. Monta-se uma coroa de ramos de pinheiro adornada com fitas vermelhas, com quatro velas eqüidistantes, simbolizando Jesus Cristo, a luz do mundo. A cada domingo, até o Natal, uma vela por vez é acesa por um membro da família, à hora do jantar. No quarto domingo todas as velas estarão acesas.

Coroa do Advento ou Guirlanda


Guirlanda, grinaldas, festões e arranjos com folhagens nasceram com a superstição de que heras, pinheiro, azevinho e outras plantas ofereciam proteção, no inverno, contra bruxas e demônios. Seus ramos eram usados para afugentar a má-sorte. Representa a mandala, um diagrama em círculo lembrando que a nossa vida é um ciclo de nascimento e morte. Simbolizando a vida eterna e a paz, a guirlanda está presente na decoração natalina atual. Diz antiga lenda que se as pessoas passarem sob ela atrairão sorte para si. Ela é sinal de esperança e vida; sua fita vermelha representa o amor de Deus que nos envolve, e as velas acesas, a fé e a alegria.

Presépio


É a representação do local do nascimento de Cristo com as figuras do Menino Deus, de José, Maria, animais, pastores e magos. É montado em igrejas, residências, casas comerciais e lugares públicos. O primeiro presépio foi feito em 1223 por São Francisco de Assis, nas redondezas de Greccio, Itália. Dizem que, passeando por uma floresta, encontrou um estábulo abandonado. No outro dia trouxe para ele uma estátua de criança, colocando-a sobre a palha. Os animais que acompanhavam o santo ficaram em volta da estátua. As pessoas da região foram ver o que estava acontecendo e entoaram cânticos natalinos. Como São Francisco via que as igrejas ficavam desertas na Noite de Natal, pediu ao papa para fazer uma réplica de gruta nos templos. Autorizado, montou o primeiro presépio com figuras humanas verdadeiras. O costume se difundiu até chegar ao ponto de se reduzir seu tamanho e poder ser montado dentro das casas. O gesto de montar o presépio deverá vir acompanhado do propósito de reconhecer no Jesus-Menino de gesso, madeira ou outro material, uma lembrança do Filho de Deus, que veio nos libertar dos pecados. O presépio é uma linguagem visual para nos lembrar a vinda de Jesus para o meio de nós. A palavra "presépio" vem do latim e também significa estábulo, manjedoura. O presépio nos lembra que Jesus escolheu um ambiente pobre e rude para nascer. Poderia tê-lo feito num palácio. O ensinamento que podemos tirar desse fato é o valor da simplicidade, docilidade e fé acima de tudo.

Fios de prata

Conta uma lenda que, num determinado tempo e lugar, quando a Árvore de Natal ficou pronta, foi admirada pela família e os animais da casa. As aranhas que habitavam o celeiro também quiseram vê-la, mas foram impedidas. Durante a noite, quando todos dormiam, elas entraram por baixo da porta e não só viram a árvore, como subiram pelos seus ramos. Ao amanhecer, o Menino Jesus veio abençoar a árvore, e para sua surpresa viu que ela estava coberta de teias de aranha. Jesus, com seus dedos milagrosos, tocou nos fios da teia e eles ficaram prateados. Por isso, hoje é costume ornamentar a árvore com fios prateados.

Bolas coloridas


É o enfeite tradicional da Árvore de Natal. Existem em várias cores, e geralmente são feitas de vidros. Representam os frutos da árvore, que é Jesus. São os talentos, os dons, as boas ações, o amor, o perdão, a esperança e a compreensão. Nossas atitudes sãos os frutos de nossa vida; como as bolas, refletem o que somos. Elas também simbolizam as graças que diariamente recebemos. A cada ano se desgastam no brilho, mas estarão cada vez mais cheias de lembranças e emoções acumuladas.

Sinos


Os sinos emitem sons agradáveis e audíveis à distância, e são tocados em ocasiões geralmente festivas. Fazem parte do campanário das igrejas e também têm uso particular. Servem para enviar mensagens pelo ar. De modo geral, seu toque é festivo. Tocado por ocasião do Natal, nos lembra o fato de termos um Salvador que e fez homem, habitou entre nós e partiu deixando sua mensagem de amor e paz.

Estrela


É usada na ponta da Árvore de Natal para nos lembrar da Estrela de Belém, que guiou os reis magos até a manjedoura de Jesus. Tem quatro pontas, representando o norte, o sul, o leste e o oeste. A misteriosa Estrela de Belém é citada na Sagrada Escritura em Mateus, capítulo 2, versículos 2, 9 e 10 (Mt 2, 2.9.10). É sempre usada como símbolo de alegria, de guia, para despertar e atrair. A estrela é luz permanente. Representada com cinco pontas lembra o ser humano: braços e pernas esticadas e a cabeça, onde está a vontade. Também é encontrada com seis pontas, que é sinal de paz.

Velas

Elas simbolizam Cristo, a luz do mundo, que devemos imitar. É uma tradição nórdica. No início as famílias fabricavam artesanalmente suas velas, usando a cera pura fabricada por abelhas, conservando sua cor natural. A chama cintila, serpenteia, atrai e ilumina nosso ser.

Papai Noel


A origem do Papai Noel é incerta e cercada de histórias. A mais conhecida vem do século IV e fala sobre Nicolas, nascido em 281, que tornou-se bispo de Myra, na Ásia Menor. Conta-se que seus pais tiveram dificuldades para ter filhos, até que nasceu Nicolas. Dando graças pelo fato, eles passaram a distribuir alimentos, roupas e dinheiro aos pobres, até que vieram a falecer devido a uma epidemia. Nicolas herda a grande fortuna de seus pais, torna-se bispo e continua o trabalho de ajuda aos necessitados. Nicolas viveu na época do Imperador Diocleciano, em Roma, e é representado ainda hoje, na Europa, usando vestes de bispo, com um bastão numa das mãos e um saco de presentes na outra. Morreu no ano de 350 d.C. Passou a ser conhecido por S. Nicolas. À medida que a lenda sobre seus feitos foi sendo passada através das culturas alemã e holandesa, o bispo tornou-se Sinterklass, Saint Nicoleses e finalmente Santa Claus ou Santa Klaus. O Papai Noel é amado pela crianças e respeitado pelos adultos. Papai Noel não pode ser visto pelo prisma científico ou religioso. Ele é mágico. Não é branco, negro ou oriental. É um ser capaz de unir a humanidade em torno de coisas boas: amor, ternura, paz, sentimentos, carinho, gestos.

Ceia Natalina


Ceia é uma reunião festiva entre os familiares e amigos para se comemorar algum evento importante. A ceia natalina é uma reunião ainda mais familiar, íntima e carinhosa, quando afloram nos corações das pessoas os sentimentos mais variados. Haverá a alegria do encontro, a saudade de quem partiu, a presença de um novo membro, mesclando emoções diversas, pois todos ficam predispostos a se entregar afetivamente, trazendo a mensagem de que Cristo quer renascer no coração de cada um de nós. A tradição nos conta que após a Missa do Galo, celebrada à meia-noite do dia 24, era servida uma refeição frugal aos presentes. Com o passar do tempo essa refeição foi transferida para as casas dos fiéis e tornou-se mais sofisticada. Iguarias deliciosas, assados, bolos, pudins, passas, nozes, castanhas, tâmaras, frutas cristalizadas... se tornaram indispensáveis. Na ceia natalina não falta uma vela acesa, nos lembrando a fé das pessoas em Jesus Cristo, que continua brilhando através dos tempos.

Árvore de Natal


Sendo uma planta que cresce em sentido vertical, apontando para o céu, a árvore é considerada por muitos como "intermediária entre o céu e a terra". A árvore luminosa, colorida, enfeitada, é uma das tradições do Natal. É costume da Antiguidade e vem de rituais pagãos, bastante sedimentados e absorvidos pelos cristãos. Há inúmeras versões sobre sua origem. Quando o mundo foi criado, nos diz a lenda, Deus deixou o pinheiro com folhas ásperas, fazendo-o sempre se lamentar. Para reparar o mal e para que a árvore parasse de se queixar, fez com que ela fosse o único vegetal que conserva suas folhas no inverno e que pelo menos uma vez ao ano teria o brilho das luzes. - Isso nos lembra a vida e a imortalidade. É Natal! Há árvores decoradas por toda parte: nos centros comerciais, nas ruas, nas residências... enfim, onde existam corações abertos para comemorar o aniversário de Jesus. Ele é o tronco da árvore da vida, nós os ramos; os ramos darão frutos se permanecerem unidos ao tronco, que lhes fornece a seiva da vida divina.

Presentes


Presentear é tão antigo quanto a própria humanidade. É uma reação que acompanha importantes rituais em todas as sociedades. Os pagãos presenteavam as divindades, e nós presenteamos nos aniversários, casamentos, formaturas... e por ocasião do Natal. O presente natalino é uma tradição que tem raízes cristãs, inspiradas na visita dos reis magos, que levaram oferendas ao Menino Jesus. Melchior, Gaspar e Baltasar lhe ofereceram ouro, incenso e mirra, e nós oferecemos presentes aos familiares e amigos. É uma expressão silenciosa de nosso bom sentimento para com eles. Para muitas pessoas, esta época é marcada pelo consumismo. O costume de colocar presentes sob as árvores de Natal começou durante o reinado de Elizabete I, filha de Henrique VIII, na Inglaterra, no século XVI. Ela promovia festas natalinas e recebia muitos presentes. Como era praticamente impossível receber diretamente todos os presentes que lhe eram dados, adotou-se o costume de deixá-los sob uma grande árvore natalina, montada nos jardins do palácio. Deus nos deu o maior e melhor de todos os presentes: Jesus Cristo. Sejamos também um verdadeiro presente para as pessoas!

Cartões de boas festas


Surgiram, segundo alguns, em 1843, para outros em 1845, época mais aceita, havendo ainda referências ao ano de 1853. Foram criados por um artista plástico inglês, por encomenda de Sir Henry Cole. Este, diretor do Museu Britânico, percebeu que não teria tempo para escrever à mão as felicitações natalinas, que eram moda na época, e mandou fazer um desenho natalino com um espaço onde escrevia breves palavras.

Luzes


Cintilam simbolizando o fogo da vida eterna e saúdam a festa do sol, a vinda de uma nova era. As velas na Árvore de Natal, por serem perigosas, foram substituídas pelos pisca-piscas que decoram as árvores dos jardins e das ruas, as fachadas das residências, das lojas... dando alegria e causando admiração nas pessoas.

Anjo


Ocupa espaço na parte superior do presépio, presente na maioria deles. Representa o Anjo Gabriel, o anjo da Anunciação, que levou a mensagem do nascimento de Jesus a Maria.

Missa do Galo
No início havia três missas: ao pôr-do-sol do dia 24, à meia-noite e a Missa de Natal, dia 25 pela manhã. Foi o Papa Telésforo quem teve a idéia na escolha do horário de meia-noite, a hora do cantar do galo. Ir à Missa do Galo é uma manifestação de fé cristã e de união familiar. É o compartilhar deste dia especial.

Cores
O verde e o vermelho são cores dominantes no Natal. O verde é renovação, esperança, regeneração. O verde das plantas capta a energia solar e pelo processo de fotossíntese a transforma em energia vital. O vermelho está ligado ao fogo e ao poder, tanto que aquecer como de destruir, e também ao amor divino. O dourado também é utilizado, e está associado ao sol, à luz, à sabedoria e principalmente a luz da Ressurreição de Cristo, como uma espécie de transformação do material para o espiritual.

Cânticos natalinos
A época natalina sempre é alegrada com cantigas típicas. As primeiras datam do século IV, sendo Jesus refulsit omninum, de S. Hilary Poitiers. Depois as melodias se tornaram mais alegres, e até hoje a mais famosa é Silent Night, ou Noite Feliz, de Joseph Mohr e Franz Gruber, escrita em 1818.

ATIVIDADES SOBRE O NATAL

Vejam que atividade interessante sobre o Natal que achei no blog http://meustrabalhospedagogicos.blogspot.com, onde há muito mais atividades legais. Aproveito para compartilhar com vocês.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

ESCOLHIDOS REI E RAINHA

No dia 05 de novembro, após uma maravilhoso desfile, com animação da Banda Hawaí, foram escolhidos os reis e rainhas da escola.
Rainha infantil: Yasmim de Andrade Becker - 3º ano A
Rei infantil: Éric Lemes da Rosa - 4º ano B
Rainha juvenil: Viviane dos Santos Carvalho - 6º ano A
Rei juvenil: Greisson Silva dos Santos -7ª série
Parabéns a todos!
Estavam lindos!!!!

domingo, 6 de novembro de 2011

Campeonato de Frozzen Bubble

No dia 05 de novembro,aconteceu a etapa seletiva do Campeonato de Froozen Bubble na EMEF Irmã Maria Catarina, promovido pelo SENID -UPF. Ficaram classificados os alunos:
1º lugar: Bruno da Silva Mateus (5º ano)
2º lugar: Eric Lemes da Rosa (4º ano B)
Os dois participarão da etapa final no dia 17 de abril, na UPF. Parabéns a todos os que concorreram e boa sorte aos dois na próxima etapa!
Para ver mais fotos das seletivas nas escolas, acesse https://picasaweb.google.com/117997004045541390460/CampeonatoRegionalDeFrozzenBubbleSenid2012#

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

MEC DESISTE DE AUMENTAR DIAS DO ANO LETIVO NAS ESCOLAS DO PAÍS

A Secretaria de Educação Básica do MEC (Ministério da Educação, Maria do Pilar Lacerda, publicou nesta quinta-feira (20/10) em seu twitter pessoal que o órgão desistiu da proposta de aumentar o ano letivo nas escolas brasileiras.
Maria disse na web que "após reunião" realizada no dia 18 de outubro "com professores, alunos, gestores, parlamentares, pesquisadores", não haverá aumento dos dias letivos de 200 para 220.
A secretaria afirmou também que ficou decidido por consenso que o aumento do tempo de aula nas escolas brasileiras será feito através da carga horária diária.
Também pela rede social, Maria do Pilar Lacerda adiantou que "para começar" todas as escolas do país devem ganhar "no mínimo" uma hora por dia em tempo de aula. Assim os alunos teriam cinco horas de ensino em vez de quatro, atual carga horária.
O Legislativo receberá a proposta consensuada nesta reunião e assumida pelo MEC. Hoje, 15 mil escolas já tem jornada ampliada através do Mais Educação.
Atualmente, o ano letivo tem 200 dias, com carga horária de 800 horas. O aumento de quatro para cinco horas diárias, por exemplo, ampliaria a carga horária para mil horas. Em alguns países da Europa, Ásia e até mesmo da América Latina, a jornada chega a 1.200 horas anuais, como no México, ou 1.100 horas, como na Argentina.

FONTE: R7 Notícias

domingo, 23 de outubro de 2011

PENSEMOS NISSO...

Em meio a tantas coisas negativas que vemos e ouvimos, é sempre bom contarmos com vídeos como estes, que nos lembram como a vida pode ser bela e agradável!
video

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

AOS PROFESSORES

Até que sejamos Mestres,
não somos mestres de nada.
Somos aprendizes aprendendo.
Se não somos perfeitos como a
fonte é porque nossa transformação é constante, como a da água do rio corrente.
Mestres são cristais lapidados.
Se às vezes não se mostram tão
reluzentes, é que nalgum momento
emergente se mostram feras, homens,
"só gente".
Vivendo e aprendendo. Errando, acertando.
Nos escondendo e nos mostrando.
Muitas e muitas vezes, não somos,
estamos.
Quando for capaz de tudo e de nada,
de cultivar, reconhecer, respeitar e amar
as chagas adquiridas ao longo desta jornada.

FELIZ DIA DO PROFESSOR!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

DIA DAS CRIANÇAS

Feliz Dia da Criança!










quinta-feira, 29 de setembro de 2011

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

POEMAS


Alunos participaram da 14ª Jornada de Literatura, conhecendo os autores e suas respectivas obras.
A culminância do projeto foi a produção de um poema cuja produção partiu de uma das receitas do livro Peomas e Comidinhas, Roseana Murray.
Primeiramente, os alunos do 4º ano e a professora Lussani Stivanin trabalharam o gênero receita e em seguida foram ao refeitório fazer o bolo. Nesta atividade, foram desenvolvidos conteúdos de matemática (fração, multiplicação e medidas).
Após saborear o bolo, foi produzido coletivamente o poema, adaptado do livro (abaixo) e a ilustração, conforme imagens.

Diferente aprendizagem

Da sala para cozinha
Uma aula diferente
Medidas, frações, multiplicações.

A mistura dos ingredientes
Foi para o forno bem quente.

O aroma do bolo deixou
A sala com ar de festa junina
A turma se deliciou

Com a massa cremosinha

Douradinha e
Do bolo cremoso de fubá.

domingo, 18 de setembro de 2011

VIVENDO A SEMANA FARROUPILHA

Conforme a Wikipédia, a Semana Farroupilha é um evento festivo do estado do Rio Grande do Sul, que se inicia a 14 de setembro a 20 de setembro com desfiles em homenagem a líderes da Revolução Farroupilha. O evento lembra o começo da Revolução Farroupilha, a maior revolução do Brasil que durou 10 anos e tinha como ideal a fundação de uma república independente do antigo Império Brasileiro.
Em nossa escola, assim como outras tantas existentes no RS, as comemorações acontecem durante toda a semana. No dia 16 de setembro, algumas atividades marcaram esta data, entre apresentações, comidas típicas, estudo e muita diversão. Pelas fotos, pode-se conferir o que foi resgatado da história farroupilha.


quarta-feira, 14 de setembro de 2011

SEMANA FARROUPILHA - SÍMBOLOS OFICIAIS DO RS

Os símbolos oficiais do estado do Rio Grande do Sul são o Hino, a Bandeira e o Brasão de Armas. Sua história mistura-se à história da Revolução Farroupilha, amplamente comemorada no Estado.
A 30 de Abril de 1838, os farroupilhas obtiveram uma de suas maiores vitórias em todo o decênio revolucionário: a conquista da vila legalista de Rio Pardo. Em meio à euforia do triunfo, eles se deram conta de que havia sido aprisionada a banda militar do 2º Batalhão Imperial de Caçadores e seu respectivo maestro, Joaquim José Mendanha. Então lhe deram o encargo de compor a música do Hino da República Rio-Grandense. Os historiadores afirmam ter acontecido a primeira execução em 5 de Maio de 1838.

O Hino Rio-Grandense tem letra de Francisco Pinto da Fontoura, música de Comendador Maestro Joaquim José Mendanha e harmonização de Antônio Corte Real. A obra original possuía uma estrofe que foi suprimida, além de uma repetição do estribilho, pelo mesmo dispositivo legal que a oficializou como hino do estado - A lei nº 5.213, de 5 de Janeiro de 1966.

"Como aurora precursora
Do farol da divindade
Foi o vinte de setembro
O precursor da liberdade

Mostremos valor constância
Nesta ímpia injusta guerra
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda terra
De modelo a toda terra
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda terra

Mas não basta pra ser livre
Ser forte, aguerrido e bravo
Povo que não tem virtude
Acaba por ser escravo"

Bandeira

Bandeira Rio-Grandense

A Bandeira do Estado do Rio Grande do Sul foi utilizada pela primeira vez no dia 12 de Novembro de 1836, quando o governo da República Rio-Grandense, instalado em Piratini, baixou o decreto criando o "Escudo d´armas da República, assim entendido o pavilhão dos Farroupilhas.

A Bandeira compõe-se de três panos: verde (acima), vermelho (no centro) e amarelo (em baixo) em tonalidades normais. Possui uma elipse vertical em pano branco, onde está inserido o brasão. Num lenço, ao centro do brasão, se lê a inscrição "República Rio-Grandense" e sob o brasão, o lema "Liberdade, Igualdade, Humanidade".

A Bandeira foi oficialmente adotada pelo decreto estadual nº 5.213, de 5 de Janeiro de 1966, sendo governador, Ildo Meneghetti. Deve-se sua concepção ao farroupilha Bernardo Pires, em trabalho conjunto com José Mariano de Mattos.

As cores da bandeiras se devem à bandeira do Brasil (verde e amarelo) e a faixa vermelha que atravessa a bandeira na diagonal significa a Revolução que ocorreu entre o estado (República Rio-Grandense) e a República do Brasil.

Brasão de Armas

Brasão do Rio Grande do Sul

O Brasão foi adotado pelo mesmo decreto que instituiu o Hino e a Bandeira do Estado. Acredita-se que foi desenhado originalmente pelo padre Hidelbrando e em arte final pelo Major Bernardo Pires, sendo muito semelhante ao usado na época dos farrapos. O brasão é o mesmo que aparece no centro da bandeira estadual.

Sob o brasão, Lê-se o lema "Liberdade, Igualdade, Humanidade". Lema esse que tem origem na Maçonaria e na Revolução Francesa. No centro está um barrete frígio, um símbolo republicano desde a queda da Bastilha.

O brasão rio-grandense é o mesmo da época dos farrapos com algumas pequenas modificações. Por isso possui a inscrição "República Rio-Grandense", junto com a data do início da Revolução Farroupilha, 20 de setembro de 1835, data amplamente comemorada no estado.



Fonte: Wikipedia

domingo, 21 de agosto de 2011

RODAS DE LEITURA

Pensando no Projeto Pré-Jornadinha, os alunos dos 6ºs anos, coordenados pela professora Maria Cândida Naud Peres, com a colaboração das professoras Teresinha Motta Medeiros, Vera Dalbosco e Lussani Stivanin realizaram rodas de leitura com os livros Contos e lendas de um vale encantado e Histórias de bobos, bocós, burraldos e paspalhões - de Ricardo Azevedo. Após, produziram trabalhos artísticos a partir das releituras das obras (histórias em quadrinhos e pinturas rupestres). O resultado pode ser visto nestas imagens:
Trabalho da aluna Andreza da Silva Backes
Trabalho do aluno Mateus Camargo Cardoso
Trabalho do aluno Leandro Soares Rauber

quinta-feira, 11 de agosto de 2011




quarta-feira, 10 de agosto de 2011

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

A JORNADA DE LITERATURA EM NOSSA ESCOLA

As professoras da escola estão envolvidas com as atividades da Pré-Jornada de Literatura. Para tanto, realizaram leituras e debates sobre o tema. A participação neste tipo de evento só vem a enriquecer o trabalho pedagógico. A Jornada Nacional de Literatura, que acontecerá em nossa cidade está marcada para os dias 22 a 26 de agosto deste ano. Convidamos a todos os leitores deste blog a participarem de alguma forma deste grande evento. Confira algumas fotos destes momentos.

Todas as turmas, de uma forma ou outra, estão participando da Jornada. Cada professora adapta à sua turma atividades que considera mais significativas. Os alunos do Tempo Integral, por exemplo, foram ao Laboratório de Informática, junto com as suas prôs Ivone, Isabel e Lair, pesquisar sobre as obras e a biografia da autora Silvana Tavano, que estará presente na Jornada.

terça-feira, 19 de julho de 2011

ORAÇÃO DO AMIGO

video

20 DE JULHO - DIA DO AMIGO

sexta-feira, 15 de julho de 2011

TRABALHANDO A JORNADA...

A Jornada Nacional de Literatura , que ocorrerá de 22 a 26 de agosto em nossa cidade , proporciona ótimos momentos para a aprendizagem. A professora Fabiana Picolli, do 3º ano realizou um trabalho de interpretação da música da Jornada "Sagração da palavra". Com seus alunos, ela construiu uma rede de palavras significativas. Nestas imagens, podemos ver a alegria e a realização dos alunos em mostrar seu trabalho.


segunda-feira, 4 de julho de 2011

SITE PARA TRABALHAR MATEMÁTICA NOS ANOS INICIAIS

Para trabalhar Matemática com crianças do Ensino Fundamental, este site traz algumas sugestões repletas de objetos de aprendizagem em flash, textos, exemplos de atividades, questões, vídeos e materiais interessantes. Vale a pena conferir:http://mdmat.mat.ufrgs.br/anos_iniciais/

domingo, 3 de julho de 2011

PALESTRA PROERD

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) é desenvolvido nas Escolas Públicas e Particulares, no 4º ,5º ano e 6º ano do Ensino Fundamental, na educação infantil e para adultos com o Proerd para Pais, por policiais militares treinados e preparados para desenvolver o lúdico, através de metodologia especialmente voltada para crianças, adolescentes e adultos. O objetivo é transmitir uma mensagem de valorização à vida, e da importância de manter-se longe das drogas e da violência. Neste sentido, no dia 1º de julho, esteve presente na escola o Sd. Alebrant, oferecendo aos alunos do 6º ano a 8ª série, através de uma palestra, informações bastante pertinentes quanto à prevenção ao uso de drogas. Consideramos estas e outras ações muito importantes, especialmente pelo fato da escola desenvolver, desde o ano passado, o projeto Cuidando da Vida. Agradecemos à Brigada Militar o apoio que temos nesse sentido e esperamos sempre contar com este trabalho que, além de pedagógico, é vital nos cuidados para com a VIDA.
.

domingo, 29 de maio de 2011

FESTAS JUNINAS

O mês de Junho é caracterizado por danças, comidas típicas, bandeirinhas, além das peculiaridades de cada região. É a festa junina, que se inicia no dia 12 de Junho, véspera do Dia de Santo Antônio e encerra no dia 29, dia de São Pedro. O ponto mais elevado da festa ocorre entre os dias 23 e 24, o Dia de São João. Durante os festejos acontecem as quadrilhas, os forrós, leilões, bingos e os casamentos caipiras.

A festa de São João brasileira é típica da Região Nordeste. A canjica e a pamonha são comidas tradicionais da festa na região, devido à época ser propícia para a colheita do milho. O lugar onde ocorrem os festejos juninos é chamado de arraial, um espaço ao ar livre cercado ou não, e onde há barracas ou um galpão adaptado para a festa.

As festas de São João são ainda comemoradas em alguns países europeus católicos, protestantes e ortodoxos. Em algumas festas européias de São João são realizadas a fogueira de São João e a celebração de casamentos reais ou encenados, semelhantes ao casamento fictício que é um costume no baile da quadrilha nordestina.

Por Patrícia Lopes
Equipe Brasil Escola

Confira mais sobre a Festa Junina:
Comidas Típicas da Festa Junina:
http://panelada.wordpress.com/2008/05/27/comidas-tipicas-de-festa-junina/

Curiosidades da Festa Junina:
http://www.qdivertido.com.br/verpesquisa.php?codigo=8

Origem da Festa Junina:
http://www.lunaeamigos.com.br/aconteceu/fj_origem.htm

Símbolos da Festa Junina:
http://www.felipex.com.br/cur_festa_junina.htm

Simpatias na Festa Junina:
http://ifolclore.vilabol.uol.com.br/simpatias/juninas01.htm

Outro site com informações sobre Festas Juninas que vale a pena dar uma olhada é:

sexta-feira, 13 de maio de 2011

PARA REFLETIR

A educação, a felicidade e o sonho

A primeira tarefa do professor é acordar a inteligência, provocá-la para que ela pense. É preciso que os alunos - não importa que sejam criança ou velhos - desenvolvam o fascínio pelos caminhos desconhecidos, a coragem para construir pontes sobre abismos, a paciência para desatar nós, a habilidade de resolver problemas, a ousdia de fabricar asas, a imaginação de preparar poções curativas. Que aprendam o domínio e a alegria das ferramentas: dos serrotes e martelos até as línguas e a ciência. Por meio delas, o mundo pode ser transformado e os homens mais felizes.

Os saberes são navios; não se constroem sem saberes e ciência. Mas os navios não são fins em si mesmos. Navios existem por causa das viagens. Antes que o navio fosse pensado e construído, houve o sonho de uma terra a que se chegar. O sonho de cruzar os mares precede a ciência de construir navios. A ciência existe por causa do sonho.

Autor:
Rubem Alves
Livro:
Do universo à jabuticaba

Para refletir...
Você tem um sonho? Qual o papel das tecnologias para a realização deste sonho? Deixe seu comentário.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

HOMENAGEANDO AS MÃES

No dia 07 de maio, a EMEF Irmã Maria Catarina prestou uma homenagem à todas as mães. Foi oferecido um chá e buffet de cachorro-quente. Alguns alunos fizeram apresentações às mães, demonstrando todo seu carinho e gratidão. O momento foi muito oportuno para estreitar os laços familiares entre mães e filhos, além de unir escola e comunidade. Nas fotos, momentos do encontro, muito gratificante a todos!

domingo, 8 de maio de 2011

SEM ERROS DE PORTUGUÊS

Que tal um jogo legal para ser trabalhado no laboratório de informática de sua escola? Pode ser uma bela oportunidade de estar ensinando Língua Portuguesa aos alunos. Acesse o link: http://educarparacrescer.abril.com.br/jogos/

terça-feira, 3 de maio de 2011

MÃES...

Que bom comemorarmos o DIA DAS MÃES. Só Deus sabe o quanto somos gratos a elas. A colega da nossa escola, professora Elizânia Lautert dos Santos compartilhou esta linda mensagem comigo. Decidi compartilhá-la com vocês também.A Força dos nossos pés
View more webinars from Luiz Dias

quinta-feira, 28 de abril de 2011

1/3 da hora-atividade é constitucional!

Na tarde desta quarta-feira (27), o plenário do Supremo Tribunal Federal concluiu o julgamento da ADI 4.167, no tocante ao parágrafo 4º do art. 2º da Lei 11.738, que versa sobre a destinação de, no mínimo, 1/3 (um terço) da jornada de trabalho do/a professor/a para a hora aula-atividade, rejeitando, assim, a tese da inconstitucionalidade proposta pelos cinco governadores considerados "Inimigos da Educação, Traidores da Escola Pública".

No início do mês, o STF já havia julgado constitucional a parte da Lei 11.738 que vincula o piso nacional aos vencimentos iniciais das carreiras de magistério de estados e municípios.

Mesmo considerando a hora aula-atividade constitucional, é possível que gestores descompromissados com a educação de qualidade não apliquem efetivamente o preceito da norma federal, em razão de a votação no STF não ter alcançado o quorum qualificado de seis votos. Nestes casos, os Sindicatos deverão ingressar com ação judicial nos tribunais estaduais, podendo eventuais recursos retornarem ao STF.

O desafio dos sindicatos é fazer com que a lei se cumpra. "É uma grande vitória da sociedade brasileira e dos educadores esse julgamento. A Lei tem um efeito positivo na qualidade do trabalho do professor, evitando o adoecimento desses trabalhadores. Agora a luta é para que haja o cumprimento definitivo por parte do governo", ressalta José Valdivino de Morais, secretário de Funcionários da APP-Sindicato, que esteve presente em Brasília.

A constitucionalidade da Lei demonstra uma vitória de mais de 200 anos da educação brasileira.

Lembramos, ainda, que a aplicação dos preceitos da Lei 11.738 - questionados na ADI 4.167 - não necessita aguardar o acórdão do relator. O cumprimento da decisão deve ser imediato.

Maiores informações:

http://www.jusbrasil.com.br/topicos/1000865/professor-hora-atividade

quinta-feira, 14 de abril de 2011

A Páscoa no Mundo

Os festejos da Páscoa em todo o mundo possuem variações em suas origens e significados.:
Na China
O "Ching-Ming" é uma festividade que ocorre na mesma época da Páscoa, onde são visitados os túmulos dos ancestrais e feitas oferendas, em forma de refeições e doces, para deixá-los satisfeitos com os seus descendentes.
Na Europa
As origens da Páscoa remontam a bem longe, aos antigos rituais pagãos do início da primavera (que no Hemisfério Norte inicia em março). Nestes lugares, as tradições de Páscoa incluem a
decoração de ovos cozidos e as brincadeiras com os ovos de Páscoa como, por exemplo, rolá-los ladeira abaixo, onde será vencedor aquele ovo que rolar mais longe sem quebrar.
Nos países da Europa Oriental, como Ucrânia, Estônia, Lituânia e Rússia
A tradição mais forte é a decoração de ovos com os quais serão presenteados amigos e parentes. A tradição diz que, se as crianças forem bem comportadas na noite anterior ao domingo de Páscoa e deixarem um boné de tecido num lugar escondido, o coelho deixará doces e ovos nesses "ninhos".

Nos Estados Unidos
A brincadeira mais tradicional ainda é a "caça ao ovo", onde ovos de chocolate são escondidos pelo quintal ou pela casa para serem descobertos pelas crianças na manhã de Páscoa. Em algumas cidades a "caça ao ovo" é um evento da comunidade e é usada uma praça pública para esconder os ovinhos.

No Brasil e América Latina
O mais comum é as crianças montarem seus próprios ninhos de Páscoa, sejam de vime, madeira ou papelão, e enchê-los de palha ou papel picado. Os ninhos são deixados para o coelhinho colocar doces e ovinhos na madrugada d
e Páscoa. A "caça ao ovo" ou "caça ao cestinho" também é utilizada.

Símbolos da PáscoaDo hebreu Peseach, Páscoa significa a passagem da escravidão para a liberdade. É a maior festa do cristianismo e, naturalmente, de todos os cristãos, pois nela se comemora a Passagem de Cristo - "deste mundo para o Pai", da "morte para a vida", das "trevas para a luz".Considerada, essencialmente, a Festa da Libertação, a Páscoa é uma das festas móveis do nosso calendário, vinda logo após a Quaresma e culminando na Vigília Pascal.

FonteMensagens e Poemashttp://mensagensepoemas.uol.com.br/pascoa/a-pascoa-no-mundo.html

domingo, 3 de abril de 2011

NA ERA DA TECNOLOGIA

A revista Nova Escola, em suas edições anteriores, trouxe algumas idéias muito interessantes sobre como trabalhar com a tecnologia em sala de aula, vale a pena conferir:

Mais sobre tecnologia

REPORTAGENS SOBRE O USO DE TECNOLOGIA NA ESCOLA

PLANOS DE AULA

REPORTAGENS GERAIS SOBRE TECNOLOGIA

ESCOLA IMAC TEM NOVA DIRETORA!

A EMEF Irmã Maria Catarina agora está de diretora nova. Foi eleita no dia 1º de abril, por votação, a professora Magda dos Santos Rodrigues. Aproveitamos para desejar a ela uma ótima gestão e esperamos poder colaborar, enquanto grupo de professores, buscando através da democracia, promover o sucesso escolar e o bem-estar de todos na escola.