"Educar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia da nossa palavra. O professor, assim, não morre jamais...Entendo assim a tarefa primeira do educador: Dar aos alunos a razão para viver”.
RUBEM ALVES

quarta-feira, 28 de abril de 2010

DIA DAS MÃES

A emoção fala mais alto quando o dia das Mães se aproxima. Confira o vídeo abaixo:
video

quarta-feira, 14 de abril de 2010

DÚVIDAS SOBRE A GRIPE H1N1?

INFORMATIVO DE
SAÚDE PÚBLICA Gripe H1N1
(Gripe Suína)

As pessoas doentes com qualquer tipo de gripe devem se lembrar de beber bastante líquido, descansar muito, comer alimentos saudáveis, lavar as mãos com frequência e ficar em casa para não contagiar outras pessoas com a gripe. Os analgésicos de venda livre podem ajudar as pessoas com a gripe a se sentirem mais confortáveis. As crianças e os adolescentes com a gripe nunca devem tomar aspirina, porque uma doença rara, mas grave, denominada síndrome de Reye pode ocorrer.
Existe uma vacina para a gripe H1N1?
Sim. A vacina ajuda o seu organismo a proteger-se contra uma doença. Existem dois tipos de vacina disponíveis para a proteção contra a gripe H1N1. Uma é na forma injetável, administrada com uma agulha, geralmente no braço. A outra é um “spray nasal” (um spray inalado pelo nariz). As pessoas a partir dos 10 anos de idade precisarão de uma única dose da vacina. A maioria das crianças com menos de 10 anos precisará de duas doses da vacina contra a gripe H1N1, com intervalo de 3 a 4 semanas entre as doses. Ao se vacinar contra a gripe, você não ficará gripado nem terá qualquer outro tipo de doença. Pergunte ao seu médico qual é o tipo de vacina contra a gripe H1N1 melhor para você e sua família.
Quem deve vacinar-se contra a gripe H1N1?
Alguns grupos devem tomar a vacina contra a gripe H1N1 quando ela for disponibilizada: mulheres grávidas, pessoas que moram na mesma casa ou cuidam de crianças com menos de 6 meses de idade (ex.: pais, irmãos e babás); pessoal de cuidados de saúde e de serviços médicos de emergência; pessoas entre 6 meses e 24 anos; e pessoas entre 25 e 64 anos com condições médicas que as façam ter risco maior de complicações associadas à influenza.Depois que esses grupos forem atendidos, espera-se que haja vacina contra a gripe H1N1 suficiente para todos que quiserem se vacinar. Observe que os grupos relacionados acima poderão ser alterados de acordo com a disponibilidade da vacina. Nota: Estudos atuais indicam que o risco de infecção entre pessoas acima de 65 anos de idade é menor que o risco para pessoas de grupos mais jovens.
Como sei que estou com a gripe H1N1?
Se você tiver sintomas de gripe, pode ser a gripe sazonal ou a gripe H1N1. Se achar que está com a gripe, fique em casa, não vá ao trabalho ou à escola e evite contato com outras pessoas para não espalhar o vírus. Se achar que pode estar com a gripe e precisar ir ao médico, telefone com antecedência para o consultório e informe que pode estar com a gripe. Desse modo, o seu médico pode tomar providências para evitar o contágio das outras pessoas. O médico pode recomendar a realização do exame para verificar se você está
com influenza.
Como me proteger para não pegar a gripe H1N1?
• Tome a vacina quando disponibilizada, principalmente se você tiver alguma condição médica que torne mais provável o surgimento de complicações da doença por causa da gripe.
• Lave as mãos com frequência com água e sabão ou use um gel à base de álcool para as mãos.
• Tussa ou espirre em um lenço de papel ou na parte interna do cotovelo, quando não tiver um lenço.
Jogue o lenço no lixo e lave as mãos. Lave sempre as mãos antes de tocar os olhos, o nariz ou a boca.
• Use um desinfetante doméstico comum para limpar superfícies que possam conter o vírus da gripe como maçanetas, telefones, torneiras e brinquedos.
• Fique em casa, não vá ao trabalho ou à escola, se estiver com uma doença semelhante à gripe e evite contato com outras pessoas para não espalhar o vírus. Fique em casa até não ter mais febre por pelo menos 24 horas após a última dose do remédio para baixar a febre (como Tylenol, Advil ou Motrin). Para a maioria das pessoas, isso significa ficar em casa por cerca de quatro dias.
H1N1 Fact Sheet Updated November 6 (Portuguese)
Como posso tomar conta de alguém doente com a gripe H1N1?
Gripe: O que você pode fazer: cuidados em casa é um folheto disponível em nove idiomas, que contém uma grande quantidade de informações para ajudá-lo a cuidar de alguém com a gripe em casa. Um vídeo também se encontra disponível em inglês e espanhol. Gripe: O que você pode fazer pode ser encontrado em WWW.MASS.GOV/FLU.
Onde posso obter mais informações?
• Mass 2-1-1 fornece informações sobre gripe ao público em geral: Telefone para 211ou 1-877-211-MASS
(6277). Há serviço de intérpretes disponível em vários idiomas.
• Telefone para o seu médico, enfermeira ou clínica, ou no conselho de saúde local (Board of Health)
• Telefone para o Departamento de Saúde Pública de Massachusetts, Programa de Imunização em:
(617) 983-6800 ou telefone gratuitamente para (888) 658-2850
• Website do Departamento de Saúde Pública de Massachusetts em WWW.MASS.GOV/FLU
• Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) em: WWW.CDC.GOV/FLU
Para obter informações sobre clínicas que administram a vacina contra a gripe, visite o website MassPRO
Public Flu Clinic Finder em: HTTP://FLU.MASSPRO.ORG/
Atualizada em 6 de novembro de 2009

PARA SABER SOBRE A DENGUE


DENGUE

Introdução
A Dengue é uma virose, ou seja, uma doença causada por vírus. O
vírus é transmitido para uma pessoa através da picada da fêmea contaminada do mosquito Aedes Aegypti.
Tipos da doença e sintomas

A doença pode se manifestar de duas formas: a dengue clássica e a dengue hemorrágica.

Dengue Clássica: os sintomas são mais brandos. A pessoa doente tem febre alta, dores de cabeça, nas costas e na região atrás dos olhos. A febre começa a ceder a partir do quinto dia e os sintomas, a partir do décimo dia. Neste caso, dificilmente acontecem complicações, porém alguns doentes podem apresentar hemorragias leves na boca e nariz.

Dengue hemorrágica (ocorre quando a pessoa pega a doença por uma segunda vez): neste caso a
doença manifesta-se de forma mais grave. Nos primeiros cinco dias os sintomas são semelhantes ao do tipo clássico. Porém, a partir do quinto dia, alguns doentes podem apresentar hemorragias em vários órgãos e choque circulatório. Pode ocorrer também vômitos, tontura, dificuldades de respiração, dores abdominais intensas e contínuas e presença de sangue nas fezes. Não ocorrendo acompanhamento médico e tratamento adequado, o paciente pode falecer.

No verão essa doença faz uma quantidade maior de vítimas, pois o mosquito transmissor encontra ótimas condições de reprodução. Nesta
estação do ano, as altas temperaturas e a grande quantidade de chuvas, aumenta e melhora o habitat ideal para a reprodução do Aedes Aegypti: a água parada. Lata, pneus, vasos de plantas, caixas d’água e outros locais deste tipo são usados para fêmea do inseto depositar seus ovos. Outro fator que faz das grandes cidades locais preferidos deste tipo de mosquito é a grande quantidade de seu principal alimento: o sangue humano.

Prevenção e
Combate à dengue

Como não existem formas de erradicar totalmente o mosquito transmissor, a única forma de combater a doença é eliminar os locais onde a fêmea se reproduz.
Algumas dicas de ações:
· Não deixar a água se acumular em recipientes como, por exemplo, vasos, calhas, pneus, cacos de vidro, latas e etc.
· Manter fechadas as caixas d’água, poços e cisternas
· Não cultivar plantas em vasos com água. Usar terra ou areia nestes casos.
· Tratar as piscinas com cloro e fazendo a limpeza constante. O ideal é deixá-las cobertas ou vazias quando não for usar por um longo período.
· Manter as calhas limpas e desentupidas
· Avisar um agente público de saúde do município caso exista alguma situação onde há o risco de proliferação da doença.
Tratamento:

Para o caso da
dengue clássica, não existe um tratamento específico. Os sintomas são tratados e recomenda-se repouso e alimentação com muitas frutas, legumes e ingestão de líquidos. Os doentes não podem tomar analgésicos ou anti-térmicos com base de ácido acetil-salicílico (Aspirina, AAS, Melhoral, Doril, etc.), pois estes favorecem o aparecimento e desenvolvimento de hemorragias no organismo.
Já no caso mais grave da doença, a hemorrágica, deve haver um rigoroso acompanhamento médico em função dos possíveis casos de agravamento com perdas de sangue e choque circulatório.

Curiosidades:
· Você sabia que um ovo de Aedes Aegypti pode sobreviver em ambiente seco por aproximadamente 400 dias. Se neste período ele entrar em contato com água, poderá gerar uma larva e, em seguida, o mosquito.
· A dengue não é transmitida de pessoa para pessoa, nem mesmo através de alimentos ou uso de objetos.

Fontes:
· http://www.prdu.rei.unicamp.br -Unicamp
· http://portal.sespa.pa.gov.br - Portal de Saúde Pública do Pará

quinta-feira, 1 de abril de 2010

CELEBRAÇÃO DE PÁSCOA


Na Quinta-feira Santa ocorreu na escola a celebração de Páscoa, coordenada pelas professoras Teresinha Motta Medeiros e Célia Montenegro Ruas. Dela participaram os professores e alunos.Para isso, os alunos prepararam apresentações, ensaiaram músicas e se envolveram bastante para que os demais colegas pudessem participar deste momento de introspecção, reflexão, agradecimento e pedidos especiais de paz, amor, fraternidade, respeito ao próximo e esperança numa vida nova.